domingo, 1 de fevereiro de 2015

Feliz 2015! Voltamos à programação normal!


Feliz 2015, gente! Relevem o fato de que já estamos em fevereiro, vai?

O blog ficou parado no segundo semestre de 2014, um tanto por falta de tempo, outro tanto por falta de inspiração e por outros acontecimentos.

Confesso que andei sem vontade de cozinhar. Acontece com vocês? Acho que com todo mundo, né? Cozinhar pode ser uma delícia, mas a rotina não é. E essa obrigação de "administrar" a comida, ou seja, abastecer regularmente a despensa e a geladeira, planejar e executar os pratos todo santo dia, é tediosa e quase sempre recai sobre a mulher.

Felizmente aqui em casa estou conseguindo passar um pouco dessa responsabilidade para o Lucas, que vai ao açougue, decide o que cozinhar e prepara. Acho que dividir de verdade um pouco a responsabilidade da casa é um ganho para todo mundo. Foi ele quem mais cozinhou ano passado.

Em novembro tiramos férias e fizemos uma viagem incrível para Sergipe, estado natal do meu pai. Aracaju é uma cidade linda e moderna, onde eu viveria facinho. Também conhecemos o Cumbe, no interior, onde meu pai nasceu, e fizemos um passeio de barco lindo no cânion do Rio São Francisco, na divisa com Alagoas.

Cânion do São Francisco
Essa viagem me inspirou bastante em termos culinários. Assim que voltei, fiz 4 refeições seguidas com amigos para apresentar alguns pratos que experimentei por lá. Em breve vou publicar um post sobre um pouco da culinária sergipana.

Nos últimos tempos eu tenho me dedicado bastante à jardinagem. Apesar de morar num apartamento com uma varanda de apenas 4,5 m2, tenho mais ou menos 50 vasos ali. Comecei a me interessar por orquídeas, e à medida que aprendia a cultivá-las, fui instalando os vasos na parede. Eu já gostava bastante de suculentas, e no final do ano decidi fazer terrários abertos de suculentas para presentear. Mês passado fiz um curso sobre suculentas no UMAPAZ, no Ibirapuera. Também fiz uma hortinha nesse vaso de 3 níveis aí da foto, que está num canto da varanda.

As pessoas foram vendo minhas fotos no Facebook e começaram a me pedir dicas de jardinagem. Imagina, para mim, que sou só uma aprendiz de jardineira curiosa. Muito do que eu sei sobre jardinagem, aprendi com a Carol Costa, do Minhas Plantas (onde também tem algumas receitas minhas). Foi assistindo os ótimos vídeos dela que eu perdi o medo de cultivar orquídeas. Então seria muita pretensão dar dicas de jardinagem para alguém, mas estou pensando relatar um pouco da minha experiência com as plantas aqui no blog e dar o passo-a-passo dos terrários.

Lidar com as plantas tem sido mais do que apenas um hobby: tem me ensinado a observar mais a natureza, a ser paciente, persistente e esperar o momento de cada coisa acontecer: o broto que nasce, a flor que se abre, cumpre seu ciclo e murcha. Vivendo numa cidade louca como São Paulo, a jardinagem é uma verdadeira terapia.

Então é isso: o blog está voltando à atividade e terá uma seção onde eu vou contar minhas experiências com as plantas. Claro que também teremos muitas receitas. Agora mesmo estou testando o pão de forma integral de cenoura aí da foto, que modéstia à parte, está muito bom e será publicado em breve.

Pão de cenoura (na foto, com queijo cottage) - receita por aqui em breve!
Então, apareçam, viu?
Beijos,
Ceci


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.